4 benefícios da dieta com proteínas

 


Ao contrário do que muitos acreditam, dieta não é sobre privação, é sobre equilibrar a alimentação com determinado objetivo, tudo de maneira saudável. A dieta para perder peso é quase sempre a redução de ingestão de calorias.

Hipóteses dos benefícios relacionados a ingestão de dieta com maior percentual proteico incluem:

1. Maior saciedade: a proteína é o nutriente que possui a digestão mais lenta e promove maior saciedade, fazendo com que o indivíduo coma porções menores e fique saciado por tempo prolongado.

2. Efeito termogênico: maior efeito termogênico da proteína no metabolismo do que os outros macronutrientes. O Efeito Térmico do Alimento (ETA) consiste no aumento do gasto energético observado após a ingestão de uma refeição. Esse gasto energético é necessário para a realização dos processos de digestão, absorção e metabolismo dos nutrientes ingeridos, podendo representar, aproximadamente, de 5 a 10% do gasto energético diário de um indivíduo. A participação da proteína seria em torno de 25 a 30%, carboidratos 6 a 8% e lipídeos/ gorduras 2 a 3 %.  

3. Menor resposta insulínica: maior estímulo à degradação de gordura corporal ocasionado pela menor quantidade de carboidrato na dieta. 

4. Preservação da massa muscular durante o emagrecimento: a ingestão proteica elevada minimiza a perda de massa muscular em dietas de emagrecimento. Quanto maior o conteúdo de massa muscular no organismo, mais acelerado é o metabolismo energético.

Essa dieta consiste em cortar carboidratos e substituir por proteínas como carne vermelha, ovos, queijo, frango entre outras proteínas. Mas vale frisar que essas proteínas devem ser consumidas após uma rotina de exercícios físicos, uma vez que uma das funções das proteínas é fornecer energia.

Além do mais, as proteínas estão envolvidas no processo para ganhar massa muscular, isto é, uma dieta rica em proteínas combinada a uma rotina de exercícios físicos pode ajudar a perder gordura e ganhar massa.

Post Anterior
Próximo Post »
0 Comentar