Hipertrofia Muscular: atenção às quantidade de calorias ingeridas




Nutrição é estudo dos nutrientes presentes nos alimentos e no corpo; às vezes, também o estudo dos comportamentos humanos relacionados à alimentação. E é um assunto que vem sendo bem procurado por pessoas que querem emagrecer. Para os praticantes de atividade física, além do emagrecimento, buscam aumentar o tecido muscular, a chamada hipertrofia. Mas qual é a importância da Nutrição para a hipertrofia?

Segundo alguns especialistas, se adicionarmos todos os aspectos envolvidos no treinamento, a nutrição, como peça fundamental, pode chegar até 60% em importância no treinamento para hipertrofia, sendo assim se mostrando, as vezes, até mais importante que o treinamento.

Por isso, não pode haver a má nutrição. Entenda como má nutrição, qualquer condição causada por ingestão excessiva ou deficiente de energia alimentar ou nutrientes nos alimentos ou por um desequilíbrio de nutrientes. As deficiências de nutrientes ou energia são classificadas como forma de desnutrição; o excesso, por sua vez, como forma de supernutrição (obesidade).

O nosso organismo possui quatro formas de obtenção de energia: proteínas, carboidratos, lipídios e corpos cetônicos. Todos são utilizados na geração de energia em um exercício aeróbico (com presença de oxigênio O2). O carboidrato é o primeiro nutriente a ser utilizado na queima que ocorre durante o exercício, sendo a forma mais comum de gasto e de obtenção de energia. Ele é a única forma de gasto energético por via anaeróbica (com pouca ou nenhuma presença de oxigênio O2).

A ingestão de carboidratos também é fundamental para ajudar o organismo na reposição de proteínas musculares. Por isso, é errado abolir esse nutriente da dieta, pois isso pode causar um déficit enérgico que prejudicará o ganho de massa muscular.

Porém, atente-se em relação à quantidade de calorias ingeridas diariamente. O excesso de consumo de carboidratos facilita o acúmulo excessivo de gordura. Portanto, as calorias podem ser provenientes dos carboidratos, desde que sejam balanceadas.

Um bom treino, aliado à estratégia nutricional para hipertrofia, trará ótimos resultados para seu paciente. Uma combinação entre todas pode ser ideal para o ganho de massa muscular apropriado. Com isso, a pessoa logo notará os resultados positivos ao introduzir em seu cotidiano o plano alimentar de acordo com seu perfil.


Post Anterior
Próximo Post »
0 Comentar