Nutrição Esportiva Vegana


O veganismo é uma forma especial da dieta vegetariana. Quem é vegano não se alimenta de absolutamente nada que seja de origem animal, excluindo da dieta qualquer tipo de carne, peixe, ovo, laticínio ou mel.

Os benefícios da substituição da proteína animal pela vegetal podem ser diversos e aplicada à qualquer público. As proteínas de origem animal podem ser substituídas, principalmente por quem investe na nutrição esportiva, para assegurar a recuperação e desenvolvimento dos muscular.

As proteínas vegetarianas devem ser combinadas entre si para se tornarem adequadas em termos de oferta de nutrientes como a proteína animal, e as porções devem ser apropriadas a cada indivíduo e suas reais necessidades.

A alta densidade de nutrientes é extremamente benéfica para todo tipo de atleta, pois quem pratica atividades físicas precisa de mais vitaminas e minerais, principalmente durante treinos intensos. A abundância de antioxidantes previne contra o estresse oxidativo e protege o sistema imunológico. A dieta vegana também é rica em carboidratos. Este macronutriente é a fonte mais importante de energia, especialmente durante os treinos.

Para a dieta vegetariana, a recomendação de proteínas é igual e as principais fontes proteicas são feijões, grão de bico, lentilha, cogumelos e castanhas. Deve-se atentar para a substituição de fontes proteicas, mas é necessário analisar minuciosamente todo o cardápio, pois os demais nutrientes não podem ser esquecidos, visto que também são fundamentais para garantir a energia necessária aos treinos e a reconstrução muscular.

Combine a proteína vegetal com alimentos ricos em gorduras boas (ômega 3), vitaminas C, D, B e minerais, tais como Cálcio, Ferro, Zinco, e outros.

A nutrição vegetariana pode ser bem vantajosa para os indivíduos, além de lutar por uma causa nobre. Contudo, não só para os atletas, como também para todo mundo que quiser adotar este estilo de vida, é essencial um acompanhamento profissional para que a transição entre a dieta onívara para a vegetariana/vegana não cause deficiências ou perda de rendimento físico.

Post Anterior
Próximo Post »
0 Comentar