Alimentação para o diabético e Atividade Física











A Diabetes ou Diabetes Mellitus é uma síndrome metabólica caracterizada pela elevação da glicose no sangue, ou seja, hiperglicemia, sua origem é múltipla e sua consequência é a falta de um hormônio chamado insulina ou a incapacidade de a insulina atuar adequadamente no organismo favorecendo o aumento do açúcar no sangue.

A preparação do indivíduo diabético para um programa seguro e agradável de exercícios é tão importante quanto o próprio exercício. O indivíduo jovem e metabolicamente compensado pode participar com segurança da maioria das atividades. O indivíduo diabético de meia-idade e o de terceira idade devem ser estimulados a ser fisicamente ativos. O processo de envelhecimento leva à degeneração dos músculos, ligamentos, ossos e articulações; o mau uso dessas estruturas e o diabetes podem acelerar esse problema. Antes de iniciar o programa de exercícios, o indivíduo diabético deve ser avaliado cuidadosamente.

Alimentação pré e pós-treino

Pré – Treino: Vai depender do índice glicêmico do aluno, caso esteja abaixo de 80mg/dl, dê preferência para uma fatia de pão integral, uma fruta como o abacate ou a mexerica, por exemplo, caso seja uma caminhada. Agora se for uma corrida de mais ou menos 40 minutos a 1 hora, consuma alimentos ricos em carboidratos de baixo a médio índice glicêmico como cereais integrais e frutas com farelos, ou seja, muito parecido. E também beba muita água mesmo.

  • Exercícios leves de 30 minutos: são exercícios de baixa intensidade, duração igual ou inferior a 30 minutos, como por exemplo, caminhada, consuma uma fruta e uma fatia de pão integral. Agora se o índice glicêmico do aluno estiver maior que 80mg/dl, não há necessidade de consumir alimento.
  • Exercício Moderado de 30 a 60 minutos: são exercícios de intensidade moderada como natação, tênis, corrida, ciclismo, o consumo de meio sanduíche com proteína, leite ou frutas. Caso a glicemia esteja bem alta entre 180 a 300mg/dl, não há necessidade de consumo e se estiver mais alta ainda, não faça atividade física até se normalizar.
  • Exercício intenso de mais de uma hora: futebol, basquete, natação vigorosa:
  1. 80mg/dl: um sanduíche de carne ou duas fatias de pão integral, leite e fruta;
  2. 80 a 170mg/dl: meio sanduíche de carne, leite ou fruta;
  3. 180 a 300mg/dl: uma fruta ou pão integral;

Pós-treino: capriche na alimentação, consuma alimentos com alto índice glicêmico, como por exemplo, arroz branco, pão branco, mel, sucos naturais, banana e melancia. Isso ajudará normalizar a taxa glicêmica.

 Os usuários de insulina devem ficar atentos para não fazer atividades durante os picos de ação da insulina, além de que não se deve aplicar insulina pouco antes do treino no músculo que vai ser exercitado.

É primordial que o diabético saiba fazer uma dieta sem restrição e que sua alimentação seja a melhor possível. O guia Diabetes & Você  vai te ajudar com isso.

image.png

Nele,  você vai Descobrir como se Alimentar de Forma Consciente sem Levar a Descontroles dos seus Níveis de Glicose.

Viver com Diabetes Não Significa ter uma Vida cheia de Restrições Alimentares e Privações aos Prazeres de uma Boa Alimentação.





Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Alimentação para o diabético e Atividade Física Alimentação para o diabético e Atividade Física Reviewed by Dani Souto EF on 09:41 Rating: 5

Nenhum comentário

Curta e Siga em Rede Sociais