Alimentação para ajudar na Hipertrofia Muscular









O ganho de massa muscular, também denominado como hipertrofia muscular, ocorre quando o indivíduo alia treinos de musculação com uma estratégia nutricional. O intuito é diminuir a taxa de gordura do corpo e aumentar o tecido celular de músculos.

O cardápio para ganhar massa muscular deve ser variado e rico em proteínas magras, carboidratos integrais, verduras e frutas. Mas é muito importante consultar um nutricionista ou um médico nutrólogo antes de iniciar sua dieta.

Proteínas:

São grandes aliadas ao ganho de massa muscular. Isto porque ajudam a reparar os músculos que sofreram micro-lesões devido à prática de exercícios. Esses músculos são reparados e ficam maiores e mais fortes. As proteínas também têm papel fundamental para a formação de hormônios em geral e transporte de nutrientes pelo corpo.

Carboidratos

Os carboidratos atuam diretamente na regeneração muscular e as proteínas são muito importantes para estrutura muscular. Então, combinar esses nutrientes é uma boa pedida após o treino. Ao contrário do que muitos pensam, os carboidratos não são seus inimigos no processo de construção muscular, mas sim grandes aliados. Eles te dão força para treinar melhor e com mais intensidade, poupando o uso da proteína para esta finalidade

Gorduras

Possuem papel importante na geração de energia sem pico glicêmico e ainda participam da formação dos hormônios anabólicos, como a testosterona, importante para o aumento da massa muscular. É essencial consumir as gorduras poli-insaturadas e monoinsaturadas (ômegas 3, 6 e 9), pois elas contribuem para o ganho de massa muscular e preservação da saúde. Alimentos ricos em vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes também são importantes.

Vale lembrar também que a água compõe, aproximadamente, 70% dos músculos. Caso você não esteja ingerindo a quantidade ideal de água por dia, seus músculos podem sentir as consequências. Em caso de desidratação extrema, a célula muscular vai diminuir (sendo assim os músculos diminuem ou murcham). Além disso, sem esse combustível básico para a atividade celular, o desempenho durante o exercício certamente será menor do que poderia ser. Consuma aproximadamente 35 ml de líquido por quilo de peso ao dia para manter o organismo diariamente hidratado.

Dicas para ganhar massa muscular

Além disso, existem alguns princípios que podem ser aplicados no treinamento. Os principais nesse caso são: princípio da sobrecarga, supercompensação e variabilidade.

  • Princípio da sobrecarga: o corpo se adapta aos estímulos e para de evoluir. Neste caso, é necessário continuamente fazer ajustes aumentando a intensidade de alguma forma, seja a carga de trabalho, volume de repetições ou quantidade de exercícios para aquele grupo muscular
  • Supercompensação: após o treino, o corpo entra em um quadro de inflamação muscular e, ao se recuperar, fica melhor do que o estágio anterior. Mas tem um momento certo para realizar o novo treino, que não pode acontecer com esse músculo ainda não recuperado ou recuperado por tempo demais
  • Variabilidade: O organismo sempre tenta nos proteger e, para isso, tenta se adaptar aos treinos que você realiza. Pensando na hipertrofia, é importante variar os estímulos com exercícios e métodos de treinos diferentes.

É importante ficar claro que não é o exercício que vai gerar a hipertrofia, mas sim a intensidade total de treino, que é medida através de volume de repetições, carga e tempo de recuperação entre as séries.

Quanto tempo para aumentar os músculos?

  • Iniciante: De modo geral, os iniciantes vão conseguir desenvolver um bom trabalho realizando exercícios de duas a três vezes por semana.
  • Intermediário: O praticante que já está num nível intermediário, que treina há mais de seis meses, conseguirá resultados indo de três a cinco vezes por semana.
  • Avançado: Já um avançado, que treina há mais de um ano, se beneficia treinando de cinco a sete vezes por semana.

Um bom treino, aliado à estratégia nutricional para hipertrofia, trará ótimos resultados para seu paciente. Uma combinação entre todas pode ser ideal para o ganho de massa muscular apropriado. Com isso, a pessoa logo notará os resultados positivos ao introduzir em seu cotidiano o plano alimentar de acordo com seu perfil.




Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Alimentação para ajudar na Hipertrofia Muscular Alimentação para ajudar na Hipertrofia Muscular Reviewed by Dani Souto EF on 11:49 Rating: 5

Nenhum comentário

Curta e Siga em Rede Sociais