24 de junho de 2018

08:52

4 benefícios do Iogurte para o saúde

Iogurte com granola e frutas vermelhas

O iogurte é um alimento derivado do leite muito consumido no mundo inteiro. É possível encontrar diferentes tipos de iogurte, com sabores e texturas diferentes. É um ingrediente muito usado no preparo de diversas receitas. Mas ele não é só delicioso: confira a seguir 4 benefícios do iogurte para a saúde!

4 benefícios do iogurte para a saúde

Contribui para o aumento da imunidade

Para eliminar as bactérias ruins do nosso organismo e não deixar que elas afetem a nossa saúde, o nosso corpo precisa combatê-las com bactérias boas. Quando o iogurte é consumido diariamente, ele auxilia na recomposição das bactérias da flora intestinal, também chamadas de probióticos. Vale destacar que quando o nosso intestino está funcionando corretamente, ele é capaz de absorver melhor os nutrientes.

Publicidade

Melhora o funcionamento do intestino

Por conta dos probióticos, o intestino tende a funcionar melhor e a ficar regulado. Por isso, o consumo de iogurte é muito indicado para quem sofre com prisão de ventre.

Ajuda a fortalecer os ossos

O iogurte, principalmente o natural e o integral, é rico em cálcio. Uma pequena porção de iogurte de 100 g contém aproximadamente 120 mg de cálcio. O cálcio é um mineral extremamente importante para o corpo humano, pois ele é um dos principais responsáveis pelo crescimento e fortalecimento dos ossos e dos dentes.

É rico em vitaminas do complexo B

As vitaminas do complexo B são extremamente importantes para o bom funcionamento do corpo. Elas são responsáveis pela metabolização das proteínas e dos carboidratos, além de ajudarem a produzir energia, auxiliam na oxigenação das células e até colaboram para a produção de neurotransmissores. Estudos recentes ainda mostram que essas vitaminas podem ajudar a diminuir os sintomas de ansiedade e depressão.

14 de junho de 2018

11:24

Como manter uma alimentação saudável no inverno



Todos nós sentimos mais fome nos dias frios. É que, com a chegada das temperaturas mais baixas, nesta época do ano, o nosso corpo sente a necessidade de proteção e aconchego. Usamos roupas mais quentes e cobertores. Com a alimentação não é diferente. Separamos algumas dicas para você manter a sua saúde e alimentação em dia e aproveitar o inverno sem abusos. Confira!
Alimentação
No frio, queremos comidas mais quentes e cremosas – elas mexem com os nossos paladares só de pensar. Temos a sensação do aumento de fome e também ficamos imaginando delícias como um brigadeiro de panela naquelas noites frias e chuvosas. Isso acontece porque o nosso organismo precisa de mais energia para manter a temperatura corporal. Então, a orientação para esses momentos de gula é procurar comer mais vezes durante o dia, evitando o consumo de alimentos mais gordurosos à noite.
Carnes, risotos, sopas e queijos são bem-vindos! Mas uma ótima ideia é incluir no cardápio temperos termogênicos, que aquecem o corpo e aumentam o gasto calórico. São eles: pimenta vermelha, gengibre, canela, cebola e páprica picante

Alimentação (Foto: Divulgação)
Alimentação (Foto: Divulgação)
Hidratação
No inverno, também não sentimos tanta sede, mas o consumo diário de água deve ser mantido. Afinal, a água desempenha um papel fundamental para o organismo. Ela garante o bom funcionamento dos rins, permitindo a regulação da temperatura corporal e hidratando as células e a pele. De acordo com especialistas, para determinar a quantidade ideal é necessário avaliar a composição do corpo, o peso, a altura, o tipo de atividades desenvolvidas e a idade.
Uma boa dica é tomar água, sucos naturais ou chás ao longo de todo o dia. As águas saborizadas com rodelas de limão ou laranja dão um toque charmoso à bebida. Para isso, basta colocar os pedaços de uma das frutas na jarra com água duas horas antes do consumo. Alguns alimentos também contribuem com doses consideráveis de líquidos. Especialmente os legumes. Aposte ainda em sopas e caldos quentes.
As frutas também são grandes aliadas da saúde e bem-estar do organismo, em qualquer estação do ano. No inverno, elas podem, inclusive, ajudar a manter a alimentação balanceada. Dê preferência a frutas frescas e próprias da estação, como abacate, banana, caqui, carambola, figo, goiaba e tangerina. Opção é o que não falta!
(Foto: Divulgação)
 
Atividade Física
No inverno, por mais que a vontade seja de ficar embaixo das cobertas, não deixe a atividade física de lado. Manter o movimento faz bem para o corpo e a mente em qualquer estação. Escolha os momentos mais quentes do dia para praticar atividades ao ar livre ou opte por exercícios que podem ser feitos em ambiente fechado, como a corrida na esteira, aulas de dança, artes marciais, entre outras.
Não deixe o acompanhamento médico de lado só porque a temperatura está mais baixa. Se você está sedentário, é muito importante visitar o médico cardiologista antes de iniciar a prática de atividades físicas e não esqueça de seguir as recomendações de um professor de educação física.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *