15 de julho de 2014

Estudo: Alimentos orgânicos contribuem para retardar o envelhecimento






Um estudo publicado no periódico British Journal of Nutrition revelou que os alimentos orgânicos possuem mais antioxidantes que os convencionais.

Para chegar ao resultado, os cientistas analisaram 343 publicações. O estudo foi realizado pela Washington State University e pela Newcastle University.

Os pesquisadores concluíram que a substituição de frutas, vegetais e cereais convencionais por orgânicos aumenta o consumo de antioxidantes entre 20% a 40% — o que, numa dieta comum, equivale a cerca de duas porções extras de frutas e legumes por dia, sem aumentar a ingestão calórica.

Os antioxidantes limpam os radicais livres, que provocam a oxidação celular. Segundo estudos anteriores, os elementos contribuem para retardar o envelhecimento.

— Esse estudo mosta como a alimentação à base de vegetais orgânicos é superior em termos nutricionais — afirmou Charles Benbrook, da Washington State University, em nota publicada no site de divulgação científica EurekAlert.

A pesquisa concluiu ainda que, sem os pesticidas aplicados em culturas convencionais, os alimentos orgânicos tendem a produzir mais fenóis e polifenóis para se defender de pragas. Os fenóis e polifenóis podem ajudar a prevenir doenças coronárias, derrame e alguns tipos de câncer.



Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *