11 de março de 2014

Cãibras no esporte: Como a nutrição pode ajudar?




http://nutricaoedesenvolvimento.com.br/wp-content/uploads/2013/10/nutricao-esportiva-pos-graduacao-6.jpg

Apesar de existirem muitas razões para que uma cãibra apareça, alguns pontos nutricionais são muito importantes. Uma cãibra forte é capaz de tirar um atleta da competição ou um praticante da academia, em ambos os casos, há o transtorno e o prejuízo. Por ser algo que incapacita o atleta, técnicos e jogadores temem muito sua incidência, afinal, você já deve ter visto em alguma competição esportiva, principalmente o futebol, atletas desabarem repentinamente no campo e logo depois vem a informação de que o mesmo está com cãibras. Sem contar a dor e o trauma que uma cãibra em um momento ruim causa: derrota e eliminação do local esportivo. Mesmo para praticantes ela é um incômodo, afinal, ninguém quer ter que passar por uma situação dessa no meio da academia ou da piscina, quadra, etc.

Caracterizada pela contração dolorosa e involuntária dos músculos, a cãibra é um problema comum que apesar de não sinalizar doença grave, funciona como um termômetro que mede o equilíbrio de água e nutrientes do nosso organismo.

A principal causa das cãibras é a perda excessiva de líquidos e sódio. O sódio é um mineral importante para a transmissão dos sinais nervosos e ações que levam aos movimentos dos músculos e a falta desse elemento, juntamente com a falta de líquidos, pode tornar os músculos mais sensíveis.

Por muitos anos, as pessoas atribuíram cãibras à falta de potássio ou magnésio no corpo, porém, pesquisas mostram que esses minerais são menos importantes na situação. As quantidades de potássio e magnésio que se perdem no suor são baixas quando comparadas ao sódio e cloreto.

Outras causas de cãibras: diabetes, problemas vasculares, uso da creatina, doenças neurológicas, etc.

COMO PREVENIR?

Uma dieta equilibrada em nutrientes e líquidos de forma geral, já contribui para a prevenção das cãibras, porém, esse ponto é o mais difícil de conseguir. Sendo um atleta de elite ou um praticante, existem muitos tabus na nutrição esportiva, como por exemplo, as pessoas deixam de fazer uma dieta saudável por medo de ganhar peso, reter líquidos, ficar fraco, perder performance, etc. Então, o ideal é consultar um profissional da área para que todas as dúvidas e tabus sejam desmentidos. Seguem algumas dicas práticas:

- Manter-se bem hidratado durante todo o dia com água mineral, água de côco e suco de frutas;

- Beber muitos líquidos antes, durante e após o exercício, principalmente;

- Repôr sódio durante os intervalos de exercícios pesados com transpiração abundante. Utilizar uma bebida esportiva;

- Assegurar uma recuperação adequada com descanso, boa hidratação e boa alimentação (incluir comidas salgadas nesse período);

- Evitar o uso de alimentos e/ou medicamentos diuréticos, para minimizar a perda de água corporal;

- Quem pratica atividades intensas, não deve cortar todo o sal da comida (por medo de rtenção de líquidos, ganho de peso, etc.), afinal, a falta de sódio causa cãibras e outros problemas como tontura, desmaios, pressão baixa, etc.

Você que sofre de muitas cãibras, identifique onde possa estar fazendo algo de errado e faça já uma mudança, afinal, apesar dos diversos objetivos do esporte, a saúde é o mais importante.

Fonte:  ANutricionista.Com - Giovana Guido - CRN3 21630


Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *