27 de dezembro de 2013

Nutricionistas dão dicas de como lidar com a comilança de fim de ano





Chester com pasta de pequi e queijo parmesão  (Foto: Adriano Zago)

As principais responsáveis pelo ganho de peso no final de ano são as comidinhas servidas nas confraternizações que antecedem o Natal, e não a ceia propriamente dita. Pratos típicos dessa ocasião, como peru, chester e lombo de porco, tem pouca gordura e podem ser comidos sem culpa.

A nutricionista Camila Gracia, do Hospital do Coração (HCor), observa que as pessoas costumam entrar em um "processo de engorda" nessa época. "Tem amigo secreto da empresa, festa do condomínio, festa do filho na escola... Nesses eventos, a pessoa acaba exagerando e é isso que leva ao ganho de peso", diz. A especialista lembra que ceia e almoço de Natal são só duas refeições que, sozinhas, tendem a não provocar grande impacto.

Outro costume que contribui para a engorda é o hábito de fazer uma quantidade de comida muito maior do que o necessário para essas refeições especiais. "As pessoas fazem muita comida e continuam comendo isso ao longo dos dias. Se na ceia teve pudim, por exemplo, a pessoa vai comer pudim de sobremesa a semana inteira", diz Camila. 

Ceia e almoço de Natal
Para essas ocasiões, uma forma de evitar o exagero é limitar o número de opções na mesa. "Uma boa dica é servir um tipo de carne, dois acompanhamentos diferentes e uma bela salada com legumes e folhas variadas", diz a nutricionista Ariana Fernandes, da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso).

Lombo Suíno (Foto: Reprodução/RPC TV)O lombo de porco é um alimento considerado 
saudável, por conter baixo índice de gordura.
(Foto: Reprodução/RPC TV)

O lombo de porco e o peru são considerados saudáveis. Mas, no caso de a pessoa não poder comer gordura alguma, o ideal é retirar a pele do peru. Isso pode ser feito no prato ou até antes de assá-lo. Nesse caso, é indicado acrescentar azeite e colorau por cima da ave, para que ela fique mais dourada.

Algumas substituições simples também podem reduzir a contagem de calorias. Em vez de optar pela maionese caseira, feita com ovo e óleo, pode-se optar pela industrializada, que tem bem menos gordura. Na maionese, também é interessante colocar menos batata e mais legumes como vagem, cenoura e ervilha, segundo Camila. Para uma farofa mais saudável, o bacon e os embutidos devem ser substituídos por legumes, frutas secas e castanhas.

Segundo os nutricionistas, é importante que uma salada também faça parte das refeições. Ariana sugere que o prato seja feito com folhas verdes e legumes ralados, além de frutas coloridas para decorar.

Para a sobremesa, a dica da nutricionista Alline Cristina Schüncke é escolher as que são feitas com fruta. "As pessoas não devem abrir mão da sobremesa porque é uma época especial do ano. Claro que vai ter açúcar e gordura, mas por que não torná-la mais saudável?", diz. Como exemplo de doces refrescantes, ela cita mousse de maracujá e iogurte natural com calda de frutas vermelhas.

Suco desintoxicante, feito com frutas e folhas, pode ser uma opção para quem exagerou nas comidas e bebidas de fim de ano. (Foto:  Raphael Gunther/Vitalin)Suco desintoxicante, com frutas e folhas, é opção
para quem exagerou. (Foto: Raphael Gunther/Vitalin)

Álcool
Segundo Alline, as pessoas geralmente esquecem que o álcool é responsável por grande parte das calorias consumidas nessas ocasiões. "O álcool contribui bastante para o ganho de peso. Ele tem em torno de sete calorias por grama. Para quem quer uma dieta saudável, a gente recomenda que se limite a uma dose de destilado ou uma dose de vinho ou duas latas de cerveja", diz. Entre uma bebida e outra, é importante tomar água para diminuir os efeitos da ressaca.

Saúde do coração
Camila Gracia, do HCor, alerta para um hábito perigoso de quem tem de tomar diariamente remédios para pressão alta. "Tem muita gente que pensa: 'como vou exagerar, não vou tomar o remédio'. Isso está errado. Pelo contrário, quando se exagera, aí é que tem que cuidar para tomar o medicamento direito", diz a nutricionista.

No dia seguinte
Se o exagero for inevitável, ainda é possível por em prática um plano de "redução de danos". A nutricionista Alline diz que uma boa opção para o café da manhã do dia seguinte aos exageros é preparar um suco desintoxicante. Feito com suco de laranja, couve, alface, salsinha, fibra de maracujá e açúcar mascavo, a bebida é nutritiva e contribui para o bom funcionamento do intestino. O líquido também pode ajudar a curar os efeitos da ressaca.

"Se a pessoa acabou exagerando na ceia de Natal, o importante é no outro dia voltar à rotina alimentar em vez de comer tudo o que sobrou do dia anterior. É importante não achar que está tudo perdido e continuar comendo em grandes quantidades", diz Ariana.

Mariana Lenharo Do G1.



Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *