Desidratação e calor intenso: conseqüências








A combinação da atividade física com o calor intenso impõe um desafio significativo para o sistema cardiovascular.

Sempre que líquidos forem eliminados por meio do suor mais rapidamente do que são repostos, a pessoa estará em um processo de desidratação. A hipohidratação modifica muitas variáveis fisiológicas durante o exercício, e quando combinada ao calor intenso, resulta num desempenho físico prejudicado, com a inabilidade do sistema cardiovascular em manter o mesmo débito cardíaco.

Existe também uma relação linear entre o grau de hipohidratação e a temperatura corporal central, isto porque a hipohidratação prejudica a função de regulação térmica, fazendo com que o exercício no calor fique ainda mais difícil.

A hipohidratação tem um impacto progressivamente negativo no desempenho do exercício, pois o estresse provocado pelo calor tem um efeito potencializador na redução da capacidade aeróbica. Sendo assim, o organismo entrará em fadiga mais cedo nas atividades aeróbicas como, por exemplo, caminhadas e corridas.

O efeito negativo da hipohidratação na função termoregulatória aumenta o risco de exaustão e choque térmico. O mau funcionamento dos rins também tem sido associado à desidratação e às altas temperaturas corporais durante o esforço feito no calor intenso.

Um problema muito comum é a câimbra pelo calor ou câimbra muscular associada ao exercício (CMAE). Esta contração involuntária e dolorosa da musculatura esquelética que ocorre durante ou imediatamente após a atividade, é comumente relacionada à sudorese profusa (abundante) durante o exercício no calor.

Para minimizar estes riscos aí estão algumas dicas:

*A atividade física regular irá beneficiar a sua saúde. Alcançar maior nível de aptidão física, irá melhorar sua habilidade de tolerar o estresse pelo calor.

*Quando está quente e úmido, o exercício torna-se mais difícil e o desempenho comprometido. Para isso, reduza a intensidade e/ou a duração. Vista roupas claras, leves e soltas e procure áreas mais frescas com sombra ou vento.

*Mantenha-se bem hidratado, beba água antes, durante e após a atividade física.

*Siga as instruções de um profissional de educação física para realizar atividade exercícios consciente. Respeite sempre seu limite.




Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Desidratação e calor intenso: conseqüências Desidratação e calor intenso: conseqüências Reviewed by Dani Souto EF on 20:50 Rating: 5

Nenhum comentário

Curta e Siga em Rede Sociais