21 de agosto de 2013

Rápida consideração entre Atletas e Bebidas Alcoólicas






http://image.educacaofisica.com.br/wp-content/uploads/2015/06/shutterstock_31170856-370x260.jpg

A ingestão de bebidas alcoólicas é frequentemente relacionada às rotinas sociais do esporte, principalmente em reuniões pós-eventos e a atividades de encerramento de temporada.

Estudos apontam que atletas que bebem durante o exercício ou anteriormente a ele, como na noite anterior, apresentam o desempenho bastante prejudicado. Já o consumo de grandes quantidades de álcool após evento competitivo ou sessão de treinamento desvia a atenção do atleta para a recuperação ou controle de lesões, prejudicando o reabastecimento energético e nutricional e a reidratação.

É difícil mudar as atitudes e os comportamentos dos atletas em relação ao álcool. Técnicos, coordenadores e profissionais da medicina esportiva devem divulgar orientações que incentive o consumo moderado de bebidas alcoólicas, as quais devem banidas dos vestiários e substiuídas por lanches ou refeições apropriados. Muitas vezes, os atletas bebem quando estão com os colegas, sendo então mais fácil alterar o ambiente em que isso ocorre do que mudar as atitudes imediatas.


Devemos lembrar também que, da mesma forma que outras pessoas, os atletas não estão imunes aos demais problemas causados pelo álcool, como o grande risco de acidentes de automóvel quando o motorista se excede na ingestão de bebidas alcoólicas. Os atletas, que geralmente são admirados pela população em geral, podem servir como exemplo eficaz nessa área.

Fontes:

MAUGHAN, Ronald J.; BURKE, Louise M. Nutrição Esportiva. Porto Alegre: Artmed, 2004. p. 74-80
SANTOS, Marinella dos; TINUCCI, Taís. O Consumo de Álcool e o Esporte: uma Visão Geral em Atletas Universitários. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, 2004, 3(3):27-43


Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *