4 de fevereiro de 2013

Os grandes benefícios do Vinagre






Ao escolher o vinagre para a salada, muitos não sabem que estão usando um ingrediente poderoso. O vinagre é considerado um dos primeiros remédios da humanidade, e já serviu para conservar alimentos e até foi utilizado como produto de limpeza. Diversos estudos revelam que incluir uma pequena quantidade do líquido na dieta auxilia no combate de diversas doenças. Dentre seus nutrientes destacam-se: potássio, magnésio, fósforo e cálcio, vitaminas, ácidos orgânicos, proteínas, ferro e ácido fólico. Para Érika Teixeira, nutricionista do Hospital Albert Einstein (SP), o vinagre é um coadjuvante no combate à hipertensão, ajuda a digestão, retarda o envelhecimento e previne contra o aparecimento de tumores cancerígenos, além de ter baixo teor calórico.

Benefícios à saúde

Com apenas uma colher de sopa de vinagre, a digestão é estimulada, pois o condimento favorece a secreção do suco gástrico e aumenta a ação dissolvente do estômago. Por ser derivado do vinho, ele possui antioxidantes e flavonoides, substâncias que reduzem o envelhecimento precoce e os riscos de desenvolvimento de doenças crônicas, como as cardiovasculares. Também preserva a elasticidade e flexibilidade das artérias.

O vinagre balsâmico, por exemplo, elimina os radicais livres, desobstrui as artérias, reduz o colesterol e previne o câncer. Em relação ao diabetes, já foi comprovado que seu consumo controla o índice glicêmico. Em 2007, no Japão, foi realizado um estudo com ratos diabéticos. Os pesquisadores incluíram vinagre de maçã nas rações, o que resultou na redução dos níveis de colesterol e do diabetes.

O condimento também diminui a pressão arterial e, por aumentar a solubilidade do cálcio, contribui para a melhor absorção do mineral pelo organismo, protegendo a saúde dos ossos e músculos. As pessoas hipertensas que precisam consumir sódio com moderação podem utilizar o vinagre como substituto do sal. E, por ser altamente diurético, possui também qualidades antissépticas e antibióticas e também é rico em sais minerais importantes para os processos bioquímicos do organismo. "O vinagre contribui para o equilíbrio do metabolismo e também ajuda a eliminar toxinas e bactérias do organismo. Por conter vitaminas do complexo B, é metabolizado rapidamente, não acidificando nem sobrecarregando as vias urinárias", explica Rosilene Melo, nutricionista do Hospital 9 de julho (SP).

O "santo remédio" também pode ajudar a restaurar a textura natural da pele, resolver problemas de ressecamento, coceira, acne e descamação. Alivia também os pruridos e dores musculares. "É muito importante ressaltar: os benefícios somente serão efetivos no organismo, se houver regularidade no consumo", esclarece Sandra Ososhi, nutricionista do Hospital São Camilo (SP).

Escolha o tipo certo

Além das saladas e maioneses, o vinagre pode atuar como conservante e agente de amaciamento de carnes temperadas, legumes em conserva, bem como molhos de pratos quentes. Ele pode ser utilizado em peixes, frutos do mar, aves e risotos. Os cítricos são ideais para pratos com pimenta vermelha, temperos de folhas e também queijos. Os de arroz combinam com pratos japoneses como sushis e sashimis. Os de vinho branco e de frutas proporcionam o equilíbrio harmônico entre doçura e acidez. Existem vinagres para todos os gostos no mercado, mas, na hora de escolher qual comprar, é primordial averiguar rótulo, embalagem e validade, para obter um alimento seguro. Fique atento no aspecto do produto, se está límpido e sem substâncias ao fundo da embalagem; a cor deve estar de acordo com a matéria-prima de origem e o odor precisa ser característico. "Ao comprar, verifique a procedência, data de embalagem e se o vinagre está estocado ao abrigo da luz e calor. Considere sempre a recomendação do fabricante, para o modo e tempo de conservação do produto após aberto para que não perca suas propriedades", expõe Érika.

Há poucas restrições para o consumo do vinagre. Ele pode ser consumido por todos os indivíduos, mas não é indicado àqueles com intolerância a alimentos ácidos ou problemas estomacais. Estudos comprovam que, por ser ácido, em excesso, ele pode corroer o esmalte dos dentes. A substância pode causar reações alérgicas em pessoas sensíveis ao líquido e trazer dores de cabeça ou abdominais.

Vinagre de maçã: um aliado da sua saúde
Com o sabor mais suave, o vinagre de maçã é obtido do suco fermentado da fruta, o que confere a ele menos acidez e maior poder antioxidante. Mas esse é apenas uns dos benefícios da substância. Composto por sais minerais como fósforo, potássio, cloro, sódio, magnésio, cálcio, enxofre, ferro, flúor e silício, o vinagre de maçã possui também vitaminas B12, ácido fólico e peptina. O seu consumo frequente auxilia no combate aos radicais livres (que em excesso podem causar doenças como câncer e problemas cardíacos). Altamente diurético, atua contra os problemas inflamatórios, facilita a digestão de gorduras e proteínas, renova a vitalidade, alivia a fadiga, combate dores reumáticas, azia, fortalece o sistema imunológico e prolonga a vida. Além disso, melhora a circulação sanguínea. "O vinagre de maçã apresenta muitos benefícios para a saúde: influencia na redução do colesterol, auxilia na circulação sanguínea, pode ajudar o funcionamento do metabolismo, facilita a digestão e contribui para a manutenção de uma pele saudável", afirma Érika.

Mais sabor, menos gordura

Uma ótima notícia para quem quer emagrecer: os vinagres possuem poucas calorias: uma colher de sopa tem em torno de 1,28 kcal. Eles ajudam a diminuir o apetite, reduzem a gordura abdominal e aceleram o metabolismo, aumentando a queima de calorias. Um estudo publicado pela revista Journal of Food and Chemistry concluiu que o vinagre regula também os genes que controlam a eliminação de gorduras pelo organismo.
Com a pesquisa, ficou comprovado ainda que a circunferência abdominal e os níveis de triglicérides no sangue dos voluntários diminuíram consideravelmente após ingerirem vinagre com frequência diária.
A nutróloga Paula Cabral, da Clínica Hagla (RJ), dá a dica: "Antes das refeições, beba um copo de água morna com uma colher de chá de vinagre de maçã. A mistura modera o apetite e ajuda a eliminar gorduras. A pectina, um de seus componentes, é uma fibra que facilita a digestão das gorduras e proteínas, ajuda a regular a absorção dos açúcares e diminui a sensação de fome e o armazenamento de gorduras", diz.

CONHEÇA OS VÁRIOS OUTROS TIPOS 


•ÁLCOOL: é o vinagre preparado com base na cana-de-açúcar, sendo o mais forte de todos e apresenta elevada porcentagem de álcool. Utilizado mais em conservas.

• AROMATIZADOS: os vinagres também podem ser aromatizados com ervas, especiarias ou alho e são indicados para pratos com molhos e saladas.

• ARROZ: é um vinagre japonês obtido pela fermentação do arroz. Tem gosto mais suave e ligeiramente adocicado. É misturado ao arroz cozido para fazer sushi.

• BALSÂMICO: é o mais nobre de todos os tipos. É um condimento refinado de aspecto denso e escuro e com sabor acentuado agridoce. Utilizado para realçar o sabor das receitas, ele é um condimento distinto devido ao processo de elaboração e às características aromáticas que adquire. Tem propriedades estimulantes que favorecem a secreção do suco gástrico, colaborando assim no processo de digestão. É recomendado para aromatizar saladas, carnes, peixes, no preparo de molhos e até sobremesas.

• MEL: obtido pela fermentação do mel puro. Usado para elaboração de doces e xaropes.

• AGRIN: é o mais utilizado na cozinha brasileira. É o tipo mais ácido, pois contém acético de álcool na composição. Preço mais acessível e comum em qualquer região do país.

• TINTO: rico em flavonoides, o vinagre tinto reduz o colesterol, diminui o risco de infarto e derrame. A substância previne contra o câncer, pressão alta e ajuda a não engordar.

Fonte



Comente:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *